Respondendo Mais 12 Dúvidas sobre a Norma ISO 31000 [Vídeos 3, 4 e 5]

Respondendo Dúvidas

No post anterior, publiquei os Vídeos 1 e 2 com as respostas às primeiras oito dúvidas encaminhadas ao QSP sobre a norma ISO 31000 e sua aplicações. Neste post, apresento os Vídeos 3, 4 e 5 com as respostas a mais 12 perguntas que foram selecionadas dentre mais de 50 questões que recebemos.

More...

No Vídeo 3 abaixo, respondo às perguntas 9 a 12 (as perguntas 1 a 4 foram abordadas no Vídeo 1, e as perguntas 5 a 8 no Vídeo 2 [link]):

9) Como aplicar a ISO 31000 em um hospital?

10) Para a implantação da Auditoria Baseada em Riscos numa organização, é condição necessária a implementação prévia da Gestão de Riscos (ISO 31000)?

11) Qual é a melhor estratégia para a implementação da Auditoria Baseada em Riscos (ABR) em uma Instituição Pública?

12) Quais benefícios a ISO 31000 pode trazer para a minha vida profissional?

No Vídeo 4 a seguir, respondo às perguntas 13 a 16:

13) Estou em Campinas; há mercado para a ISO 31000 aqui?

14) Gostaria de obter mais informações sobre como as empresas podem melhor avaliar o desempenho, a eficácia e a eficiência de sua Gestão de Riscos.

15) Gostaria de obter mais informações sobre a manutenção da certificação internacional C31000.
Onde encontro uma lista de cursos reconhecidos pela ISO, a fim de cumprir o requisito de carga horária para renovação da certificação C31000? Atingido o prazo de validade, a quem devo contatar; qual o procedimento?

16) Quais órgãos públicos que vocês têm conhecimento que aplicaram a ISO 31000 e já compartilharam os resultados com vocês?

E, no Vídeo 5 (o último da série), respondo às perguntas 17 a 20, que são as seguintes:

17) Existe algum modelo sugerido pelo QSP para a aplicação da norma ISO 31000, no âmbito da "Tomada de decisão para cenários políticos, estratégicos ou de licitações", aplicável ao setor público?

18) Nas organizações públicas brasileiras, existem limitações quanto à aplicação de normas de Gestão de Riscos.
Isso por conta da cultura e pelo fato de que os riscos não necessariamente causam um impacto financeiro direto na organização (geralmente causam mais impacto na imagem dos políticos que gerenciam o órgão naquele momento).
Considerando que as organizações públicas precisam cumprir sua missão institucional, independentemente da liderança, como países com históricos de problemas de corrupção (ex. Itália) abordaram a GR em cenários complexos?

19) Existe alguma base de conhecimento com estudos de casos práticos de aplicação da ISO 31000?

20) Como diminuir a subjetividade (na avaliação da efetividade de controles) ao implementar a avaliação de controles proposta pela ISO 31000?

Quero novamente agradecer aos colegas que encaminharam suas questões ao QSP, e reforçar que permaneço à disposição de todos os leitores do Blog  para continuar esclarecendo dúvidas sobre esta que é a mais importante referência mundial da atualidade em Gestão de Riscos: a norma internacional ISO 31000 !!!

Confira aqui as outras novidades no Últimas Notícias de hoje!

Compartilhe